O desapego, e a poesia de se ser a própria morada




Turimso de Portugal RNAVT 4989

Partilhar

O desapego, e a poesia de se ser a própria morada